O que é Coleta Seletiva?

Coleta seletiva é a coleta diferenciada de resíduos que foram previamente separados segundo a sua constituição ou composição. Ou seja, resíduos com características similares são selecionados pelo gerador (que pode ser o cidadão, uma empresa ou outra instituição) e disponibilizados para a coleta separadamente. Conheça a padronização de cores para os tipos de resíduos mais comuns. As informações são baseadas na resolução CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) mais recente e de acordo com padrões internacionalmente aceitos.


A cor verde representas os vidros, nessa categoria estão: garrafas, copos, frascos de perfume, potes de alimentos, jarros, vidros de remédios vazios, produtos de limpeza, etc. OBS: cacos de vidro e vidros provindos de portas, janelas e vitrais não são recicláveis.


A cor amarela representa os metais: Latas de refrigerante, cerveja, óleo, extrato de tomate, alimentos em conserva e outros desde que estejam limpos; marmitex, fios, chuveiros, conexões e demais objetos contendo alumínio, cobre, bronze, ferro e outros metais


A cor vermelha representa os plásticos: garrafas PET, embalagens de alimentos, de produtos de limpeza e higiene; copos descartáveis; sacos plásticos; sacolas de supermercados, brinquedos quebrados; plásticos em geral (cano, tubo, balde etc).


A cor azul representa os papéis que podem ser: papéis em geral, jornais, revistas, papelão, sacolas de lojas, caixas de ovos, embalagem Longa Vida, embalagem de sabonete, pasta de dente, etc.


A cor Marrom representa os Resíduos orgânicos.


Existe também outras cores de identificação: Branco (Resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde), Cinza (Resíduo geral não reciclável ou misto), Laranja (Resíduos perigosos), Preto (Madeira) e Roxo (Resíduos radioativos). A separação dos materiais recicláveis evita possíveis contaminações e deve ser feita por todos.




Posts Em Destaque
Posts Recentes